FULL CONCERTS

Our concerts in full with commentary.

BACH BRASIL #21 Corais da Paixão Segundo São João BWV 245

BACH BRASIL #21 Corais da Paixão Segundo São João BWV 245

CORAIS DA PAIXÃO SEGUNDO SÃO JOÃO BWV 245 Concerto Online Dia 18 de Junho de 2022 às 19h Celebramos a páscoa com uma jornada através da Paixão Segundo São João de Johann Sebastian Bach. Uma seleção de corais representativos da obra são intercalados com comentários do prof. Ronel Alberti da Rosa. O quarteto vocal formado por Cintia De Los Santos (soprano), Roger Scarton (tenor), Mauro Pontes (baixo) e Diego Biasibetti (contratenor e direção), é acompanhado por Fernando Cordella ao órgão e Alexandre Ritter ao violone. O vigésimo primeiro concerto da série Bach Brasil conta com o apoio especial da Pontifícia Universidade Católica. Cintia De Los Santos, soprano Roger Scarton, tenor Mauro Pontes, baixo Alexandre Ritter, violone Fernando Cordella, órgão Diego Biasibetti, contratenor e preparação Ronel Alberti da Rosa, comentários PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) Corais da Paixão Segundo São João BWV 245 - O große Lieb, o Lieb ohn alle Maße - Dein Will gescheh, Herr Gott, zugleich - Wer hat dich so geschlagen - Petrus, der nicht denkt zurück - Christus, der uns selig macht - Ach großer König, groß zu allen Zeiten - Durch dein Gefängnis, Gottes Sohn muß uns die Freiheit kommen - In meines Herzens Grunde - Er nahm alles wohl in acht - O hilf, Christe, Gottes Sohn - Ruht wohl, ihr heiligen Gebeine - Ach Herr, lass dein lieb Engelein CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção e Engenharia de som: Fabiano Cordella Direção executiva: Fábio Ramos Direção de produção: Ilton Carangacci Assistente de áudio: Graziele Huning Direção de Fotografia: Arion Engers Equipe de vídeo: Pedro Locatelli, Elizabeth Thiel, Marcelo Freire, Murilo Bitencourt Assistente de palco: Matheus Goelzer Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Assessoria de Imprensa: Carangacci música Produtora: EROICA conteúdo Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil Apoio: PUCRS, Goethe Institut Porto Alegre e EROICA música MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Dania Damiani Branco - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
BACH BRASIL #22 Concerto para Flauta Doce - com Vladimir Soares

BACH BRASIL #22 Concerto para Flauta Doce - com Vladimir Soares

CONCERTO ONLINE Dia 7 de Maio de 2022, sábado às 19h Site www.bachbrasil.com e canal da Eroica Music no Youtube. Vladimir Soares, flauta doce Fernando Cordella, direção musical Bach Brasil Ensemble - Com instrumentos de época Giovani dos Santos, violino Marcio Cecconello, violino Leonardo Bock, viola Diego S. Biasibetti, cello e viola da gamba Alexandre Ritter, violone Fernando Cordella, cravo e direção artística Convidamos o virtuoso flautista Vladimir Soares diretamente da Alemanha para apresentar um concerto dedicado à flauta doce. O programa traz transcrições de duas celebradas obras de Bach escritas originalmente para outros instrumentos: o Concerto para Cravo em Ré Menor BWV 1059 e a Suite para Alaúde em Ré menor BWV 997, em versão para flauta e baixo contínuo. A performance do Bach Brasil Ensemble tem direção de Fernando Cordella ao cravo. O vigésimo segundo concerto da série Bach Brasil faz parte das comemorações dos 151 anos da Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul. PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) Concerto em Ré menor, BWV 1059 - Allegro - Largo - Presto Suite em Ré menor (original em Dó menor), BWV 997 - Prelúdio - Fuga - Sarabanda - Giga - Double VLADIMIR SOARES Flautista e educador musical, iniciou seus estudos musicais em 1996 na Orquestra Villa-Lobos em Porto Alegre e graduou-se em música, pela UFRGS, em 2010. Ainda no Brasil, Vladimir foi vencedor diversos concursos para jovens solistas. Mestre pela Staatliche Hochschule für Musik und Darstellende Kunst Stuttgart, Alemanha, Vladimir concluiu dois mestrados: em Música de Câmara e em Flauta Doce, sendo que no segundo recebeu nota máxima e Láurea Acadêmica, fato que não ocorria na classe de flauta doce há 25 anos. Vladimir tem se destacado como solista e intérprete de flauta doce, e já atuou em concertos na Inglaterra, Alemanha, Brasil, Argentina e Uruguai. Em 2019 realizou uma turnê com o concerto “Sonatas de Veneza”, que consistiu no lançamento do seu 1º. disco solo, intitulado “Anna Bon di Venezia”, gravado em Londres, em outubro de 2018, pelo selo Drama Musica. CRÉDITOS: Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção e Engenharia de som: Fabiano Cordella Direção executiva: Fábio Ramos Direção de produção: Ilton Carangacci Assistente de áudio: Lorenzo Cordella Direção de Fotografia: Arion Engers Equipe de vídeo: Deise Hauenstein, Pedro Locatelli, Marcelo Freire Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Marcelo Freire Assessoria de Imprensa: Carangacci música Produtora: EROICA conteúdo Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil Apoio: Goethe Institut Porto Alegre, Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul e EROICA conteúdo MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alexandre Alcântara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Beatriz Fontana - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Dania Damiani Branco - Debora Gomes - Denise Roos - Doris Maria Schneider - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - Gladis Falavigna - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
BACH BRASIL #19 O Cravo Bem Temperado - 2º Livro Parte I - com Alessandro Santoro, cravo

BACH BRASIL #19 O Cravo Bem Temperado - 2º Livro Parte I - com Alessandro Santoro, cravo

Este é o primeiro de quatro programas em que o ilustre cravista Alessandro Santoro apresenta a integral do 2º volume do "Wohltemperierte Klavier", de Johann Sebastian Bach. Composto em 1742, 22 anos após o primeiro volume do "Cravo Bem Temperado", esta segunda coleção de prelúdios e fugas é um caleidoscópio ilimitado de afetos e estilos codificados em todos os 24 tons maiores e menores. O décimo nono concerto da série Bach Brasil conta com o apoio da Capela Lasalle. Alessandro Santoro, cravo Inscreva-se no nosso site para receber a programação mensal da série Bach Brasil: www.bachbrasil.com PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) O Cravo Bem Temperado – 2o Livro, 1744 - Parte I. - Prelúdio e Fuga I - Dó maior, BWV 870 - Prelúdio e Fuga VI - Ré menor, BWV 875 - Prelúdio e Fuga IX - Mi maior, BWV 878 - Prelúdio e Fuga XI - Fá maior, BWV 880 - Prelúdio e Fuga XV - Sol maior, BWV 884 - Prelúdio e Fuga XX - Lá menor, BWV 889 MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky - Sophia Magda Schilling Saraiva APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Dania Damiani Branco - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Ricardo Sondermann - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção e Engenharia de som: Fabiano Cordella Direção executiva: Fábio Ramos Direção de produção: Ilton Carangacci Assistente de áudio: Graziele Huning Direção de Fotografia: Arion Engers Equipe de vídeo: Pedro Locatelli Assistente de palco: Matheus Goelzer Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Assessoria de Imprensa: Carangacci música Produtora: EROICA conteúdo Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil Apoio: Goethe Institut Porto Alegre, Capela Lasalle e EROICA conteúdo. Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio AmonUm vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
BACH BRASIL #17 Instrumentos de Bach: o Violino - com Márcio Ceconello e Fernando Cordella

BACH BRASIL #17 Instrumentos de Bach: o Violino - com Márcio Ceconello e Fernando Cordella

INSTRUMENTOS DE BACH: O VIOLINO BACH SOCIETY BRASIL Fernando Cordella, diretor artístico Márcio Ceconello, violino barroco Concerto Online Dia 22 de Janeiro de 2022 às 19h Iniciamos o ano de 2022 com um novo concerto didático explorando a história do violino. Em conversa com Fernando Cordella, o violinista Márcio Ceconello mostra as diferenças entre o violino moderno e barroco, contando como ele chegou na Europa e se popularizou. Três importantes movimentos de música solo para violino complementam o programa. O décimo sétimo concerto da Bach Brasil conta com o apoio da Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul. PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) - Allemande da Partita No.2 BWV 1004​​ - Largo da Sonata No.3 BWV 1005​ - Giga da Partita No.2 BWV 1004​ Marcio Ceconello, é mestre em Performance Musical pela UFMG e bacharel pela UFRGS, aperfeiçoou-se em Viena com Peter Schuhmayer e nos EUA, na Universidade do Tennessee-Knoxville, sob orientação de Matus Zelmanovich. Frequentou também diversas marsterclasses com renomados professores como Viktor Danchenko, Chaim Taub e Ole Böhn. Participou de diversas turnês pelas Américas, Europa e Ásia com orquestras internacionais como a Junge Osterreichische Philharmonie, Youth Orchestra of the Americas e Jeunesses Musicales World Orchestra, sob a regência de maestros como Roberto Paternostro, Alexander Vedernikov e Yakov Kreizberg entre outros. Mantém intensa atividade como camerista e professor de violino, tendo sido membro do Quarteto de cordas Porto Alegre. Em 2011 atuou como professor do curso de extensão da UFMG. Ao violino barroco tem atuado como solista e camerista em diversos projetos, incluindo a série Bach-Brasil. Integrou o naipe de violinos de diversas orquestras como a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, e da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, e como spalla da Orquestra Sinfonietta Belo Horizonte, grupos com os quais também atuou como solista. Atualmente, é diretor artístico da Sphaera Mundi Orquestra, em Porto Alegre /RS. CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Equipe de vídeo: Arion Engers, Pedro Locatelli Produtora: EROICA conteúdo Assistente de áudio: Graziele Huning Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio Institucional: Goethe Institut Porto Alegre e Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Ricardo Sondermann - Sergio Lewkowicz - Sophia Magda Schilling Saraiva - Terezinha Licks - Valeska Fasolo Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
BACH BRASIL #16 - Cantatas de Natal | BACH SOCIETY BRASIL

BACH BRASIL #16 - Cantatas de Natal | BACH SOCIETY BRASIL

BACH SOCIETY BRASIL e PUCRS Fernando Cordella, diretor artístico Nosso último concerto do ano traz três cantatas relacionadas ao Natal compostas por Bach e seu contemporâneo Dietrich Buxtehude. O ensemble de 12 músicos tocando instrumentos de época conta com a participação de solistas de São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul, sob direção musical de Luis Otávio Santos, também solista ao violino barroco. Este concerto faz parte da Série Bach Brasil, da Bach Society Brasil, e conta com o apoio do Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Luis Otávio Santos, direção musical e violino barroco Marilia Vargas, soprano Daniele Oliveira, contralto Jabez Lima, tenor Mauro Pontes, baixo Marcio Cecconello, violino barroco Giovani dos Santos, violino barroco Leonardo Bock, viola barroca Carlos Sell, viola barroca Diego Biasibetti, violoncelo barroco e viola da gamba Alexandre Ritter, violone Fernando Cordella, orgão e direção artística PROGRAMA Dietrich Buxtehude (1637 – 1707) - Cantata BuxWV 13 “Das neugeborne Kindelein” - Cantata BuxWV 98 “Singet dem Herrn ein neues Lied” Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) Cantata BWV 61 “Nun komm, der Heiden Heiland” - Coro: Nun komm, der Heiden Heiland - Recit: Der Heiland ist gekommen - Aria: Komm, Jesu, komm zu deiner Kirche - Recit: Siehe, ich stehe vor der Tür - Aria: Öffne dich, mein ganzes Herze - Coro: Amen, komm du schöne Freudenkrone Inscreva-se no nosso site para receber a programação mensal da série Bach Brasil: www.bachbrasil.com CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção e Engenharia de som: Fabiano Cordella Direção executiva: Fábio Ramos Direção de produção: Ilton Carangacci Assistente de áudio: Graziele Huning Direção de Fotografia: Arion Engers Equipe de vídeo: Pedro Locatelli, Maurício Casiraghi, Elizabeth Thiel, Murilo Bittencourt Assistente de palco: Matheus Goelzer Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Assessoria de Imprensa: Carangacci música Produtora: EROICA conteúdo Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil Apoio: PUCRS, Goethe Institut Porto Alegre e EROICA música. MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
BACH BRASIL #15 - Flauta e Cravo - com Livia Lanfranchi e Alessandro Santoro | BACH SOCIETY BRASIL

BACH BRASIL #15 - Flauta e Cravo - com Livia Lanfranchi e Alessandro Santoro | BACH SOCIETY BRASIL

Nosso décimo quinto concerto convida a flautista italiana Livia Lanfranchi e o cravista Alessandro Santoro para apresentar a Sonata em Si Menor BWV 1030, uma das mais importantes obras camerísticas do compositor, seguido do Trio Sonata No.2 BWV 526, em versão para traverso e cravo. Este concerto faz parte da Série Bach Brasil, da Bach Society Brasil, e foi gravado na Capela LaSalle, com o apoio do Irmão Renato Koch. Receba nossa programação e links das estreias. Inscreva-se em www.bachbrasil.com Livia Lanfranchi, traverso Alessandro Santoro, cravo PROGRAMA 00:00 JOHANN SEBASTIAN BACH (1685 – 1750) 05:26 - Trio Sonata No.2 em Mi menor BWV 526 05:26 - Vivace 09:21 - Largo 12:49 - Allegro 20:31 - Sonata em Si menor BWV 1030 20:31 - Andante 29:02 - Largo e dolce (Siciliano) 33:32 - Presto 35:11 - Allegro CRÉDITOS Um concerto da série Bach Brasil 2021, da Bach Society Brasil. Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Assistente de áudio: Graziele Huning Direção de Fotografia: Arion Engers Equipe de vídeo: Pedro Locatelli, Elizabeth Thiel Assistente de palco: Matheus Goelzer Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Assessoria de Imprensa: Carangacci música Produtora: EROICA conteúdo Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio: Irmão Renato Koch, Goethe Institut Porto Alegre e EROICA música. Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Ritter - Alexandre Alcântara - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Márcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
BACH BRASIL #14 - Tag der Deutschen Einheit (Dia da Unidade Alemã) | BACH SOCIETY BRASIL

BACH BRASIL #14 - Tag der Deutschen Einheit (Dia da Unidade Alemã) | BACH SOCIETY BRASIL

Alusivo ao Dia da Unidade Alemã, o programa explora a sonoridade do oboé barroco na obra de Bach. Tocando instrumentos de época, a solista Natalia Chahin interpreta o Concerto em Lá Maior para oboé d'amore, e acompanha a soprano Cintia de los Santos em uma das poucas cantatas profanas do compositor, conhecida como a "Cantata do Casamento". Com direção de Fernando Cordella, este concerto faz parte da Série Bach Brasil, da Bach Society Brasil, e conta com o apoio do Consulado Geral da República Federal da Alemanha. Natalia Chahin, oboé barroco Cintia de los Santos, soprano Giovani dos Santos, violino barroco 1 Márcio Cecconello, violino barroco 2 Leonardo Bock, viola barroca Diego S. Biasibetti, violoncelo Alexandre Ritter, violone Fábio Kremer, inspetor de orquestra Piquet, assistente de palco Fernando Cordella, cravo e direção musical Para receber a nossa programação e links para a estreias dos concertos, inscreva-se no site: https://www.bachbrasil.com/ Assista aos concertos anteriores em: https://www.bachbrasil.com/videos PROGRAMA JOHANN SEBASTIAN BACH (1685 – 1750) 00:00 - Concerto em Lá Maior para Oboé d'amore, BWV 1055R 12:50 - [Allegro] 17:32 - Larghetto 23:05 - Allegro ma non tanto 31:36 - Cantata BWV 202 “Weichet nur, betrübte Schatten” 31:36 - Aria: Weichet nur, betrubte Schatten 37:46 - Recit.: Die Welt wird wieder neu 38:14 - Aria: Phoebus eilt mit schnellen Pferden 41:39 - Recit.: Drum sucht auch Amor sein Vergnugen 42:20 - Aria: Wenn die Fruhlingslufte streichen 45:02 - Recit.: Und dieses ist das Glucke 45:46 - Aria: Sich uben im Lieben, in Scherzen sich herzen 50:01 - Recit.: So wei das Band der keuschen Liebe 50:26 - Aria - Gavotte: Sehet in Zufriedenheit tausend helle Wohlfahrstage CRÉDITOS Um concerto da série Bach Brasil 2021, da Bach Society Brasil. Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Assistente de áudio: Graziele Huning Direção de Fotografia: Maurício Casiraghi Equipe de vídeo: Pedro Locatelli, Elizabeth Thiel Assistente de palco: Piquet Inspetor de orquestra: Fábio Kremer Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Assessoria de Imprensa: Carangacci música Produtora: EROICA conteúdo Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio Institucional: Consulado Geral da República Federal da Alemanha, Porto Alegre, Memorial do Rio Grande do Sul, Goethe Institut Porto Alegre e EROICA música. Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcântara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
BACH BRASIL #13 Danças para Alaúde e Traverso Solo - com Artur Elias e Guilherme de Camargo

BACH BRASIL #13 Danças para Alaúde e Traverso Solo - com Artur Elias e Guilherme de Camargo

O programa Danças para Alaúde e Traverso Solo é emblemático pelo desafio de sua interpretação. Guilherme de Camargo apresenta no exótico alaúde barroco uma suíte mista com música de Bach e do grande alaúdista de seu tempo, Leopold Weiss. Ao traverso, Artur Elias executa a única peça solo que Bach escreveu para o instrumento. Este concerto conta com o apoio da Catedral Metropolitana de Porto Alegre. Saiba mais sobre nossos concertos em www.bachbrasil.com Guilherme de Camargo, alaúde barroco Artur Elias, traverso Fernando Cordella, direção artística JOHANN SEBASTIAN BACH (1685 – 1750) Partita para flauta solo em Lá menor, BWV 1013, Allemande. Este é o décimo terceiro concerto da série Bach Brasil, da Bach Society Brasil. MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Márcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo CRÉDITOS Um concerto da série Bach Brasil 2021, da Bach Society Brasil, gravado na Catedral Metropolitana de Porto Alegre. Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Direção de Fotografia: Arion Engers Equipe de vídeo: Pedro Locatelli Produtora: EROICA conteúdo Assistente de áudio: Graziele Huning Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio Institucional: Goethe Institut Porto Alegre, EROICA música e Catedral Metropolitana de Porto Alegre Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
BACH BRASIL #12 Concerto Bach & Händel: Árias - Marília Vargas

BACH BRASIL #12 Concerto Bach & Händel: Árias - Marília Vargas

Série de concertos da Bach Society Brasil. Saiba mais: https://www.bachbrasil.com/ O programa apresenta semelhanças e contrastes entre árias originalmente escritas para soprano, violino e baixo contínuo de Bach e Händel, com a participação da soprano Marilia Vargas, do violinista Juliano Buosi, do violoncelista Diego Biasibetti e do cravista Fernando Cordella. As árias de Bach foram extraídas de suas cantatas e as de Händel fazem parte de uma coleção chamada “Árias Alemãs”, as quais também integram um recente trabalho de gravação realizado pelo trio Vargas, Buosi e Cordella. Um “diferencial” deste trabalho é que as ornamentações das Árias Alemãs foram escritas pelo cravista Nicolau de Figueiredo. Conhecido internacionalmente por suas ornamentações de árias “da capo”, seu trabalho está anonimamente registrado nas mais famosas gravações deste repertório. Paralelamente a este concerto da Bach Society Brasil, o trio está lançando um projeto de CD que inclui um livro com as partituras destas ornamentações e tem por objetivo ser fonte de riqueza e inspiração para demais artistas especialistas em música barroca ou aqueles que aspiram ser. O projeto conta com uma campanha no site Catarse que visa a pré-venda desse material, possibilitando o financiamento de todos os custos envolvidos para a realização do projeto. Para mais informações acesse o link abaixo: https://www.catarse.me/nicolaudefigueiredo Marilia Vargas, soprano Juliano Buosi, violino barroco Diego S. Biasibetti, violoncelo barroco Fernando Cordella, cravo Um concerto da série Bach Brasil 2021, da Bach Society Brasil, gravado no StudioClio. PROGRAMA 00:00 - Intro JOHANN SEBASTIAN BACH (1685 – 1750) 02:27 - Ich bin vergnügt in meinem Leiden, BWV 58 GEORG FRIEDRICH HÄNDEL (1685 – 1759) 10:25 - Singe, Seele, Gott zum Preise, HWV 206 JOHANN SEBASTIAN BACH 17:58 - Cantabile, ma poco adagio, da Sonata para Violino e Cravo BWV 1019(a) GEORG FRIEDRICH HÄNDEL 28:51 - Süßer Blumen Ambraflocken, HWV 204 JOHANN SEBASTIAN BACH 38:30 - Auch mit gedämpften schwachen stimmen, BWV 36 MECENAS Arthur Hertz Fabiano Saraiva Fábio Ramos Gilberto Schwartsmann Nelson Sirotzky Dvoskin Sonia Pacheco Sirtotzky APOIADORES Alcino Alcantara Filho Alesandro Braga Feitosa Alexandre Alcantara Alexandre Schmidt Nanni Annibal Carneiro Beatriz Franciosi Bernardo Frederes Krämer Alcalde Betina Goldani Camilla e Silvio de Paula Clarisse Schneider Debora Gomes Denise Roos Erica Schultz Fernanda Chiarello Stedile Fernando Abreu e Silva Flávio Shansis João Paulo Bittencourt Cardozo Jonas Badermann de Lemos Katia Mônaco Lenita Wannmacher Linjie Zhang Luciana Karine de Souza Marcello Barcinski Marcelo Goldani Marcelo Gus Marcia Ferreira Maria Alice Buchele Bechtel Maria Luiza Cestari Maria Teresa de Mello Xavier Marino Bianchini Mauro Pontes Raul Hartke Regina Orgler Sordi Ricardo Arnt Ricardo Barberena Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa Sergio Lewkowicz Terezinha Licks Valeska Fasolo CRÉDITOS Um concerto da série Bach Brasil 2021, da Bach Society Brasil. Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Direção de Fotografia: Arion Engers Equipe de vídeo: Mauricio Casiraghi, Pedro Locatelli Produtora: EROICA conteúdo Assistente de áudio: Graziele Huning Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio Institucional: Goethe Institut Porto Alegre, EROICA música e Studio Clio Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
BACH BRASIL #11 Concerto "À la Française" - Luis Otávio Santos, violino e direção musical

BACH BRASIL #11 Concerto "À la Française" - Luis Otávio Santos, violino e direção musical

Suítes orquestrais de Bach com a presença do ilustre Luis Otávio Santos no violino solo e na direção. O grupo formado por Márcio Cecconello (violino barroco), Giovani dos Santos (violino barroco), Leonardo Bock (viola barroca), Diego Biasibetti (violoncelo barroco), Alexandre Ritter (violone) e Fernando Cordella (cravo). O décimo primeiro concerto da série Bach Brasil está excepcional e conta com o apoio do Theatro São Pedro. Assista a outros concertos e saiba mais sobre a Bach Society Brasil - www.bachbrasil.com Para receber nossa programação e links para a estreias dos concertos, inscreva-se no site. Luis Otávio Santos, violino solo e direção Marcio Cecconello, violino barroco Giovani dos Santos, violino barroco Leonardo Bock, viola barroca Diego Biasibetti, violoncelo barroco Alexandre Ritter, violone Fernando Cordella, cravo Este é o décimo primeiro concerto da série Bach Brasil, da Bach Society Brasil. PROGRAMA JOHANN SEBASTIAN BACH (1685 – 1750) 00:00 - Intro 02:34 - Suite Orquestral No.2 em Lá menor, BWV 1067b 02:34 - Overture 08:45 - Rondeau 10:34 - Sarabande 13:32 - Bourree 1 & 2 15:46 - Polonaise & Double 19:03 - Menuet 20:13 - Badinerie 25:05 - Contraponto No.1 - Arte da Fuga, BWV 1080 29:49 - Suite Orquestral No.3 em Ré Maior, BWV 1068 29:49 - Overture 36:27 - Air 41:17 - Gavotte 1 & 2 44:41 - Bourree 25:47 - Gigue MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Mauro Pontes - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo CRÉDITOS Um concerto da série Bach Brasil 2021, da Bach Society Brasil. Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Equipe de comunicação: Mariana Rosa e André Varella Equipe de vídeo: Arion Engers, Elizabeth Thiel ,Mauricio Casiraghi e Pedro Locatelli Produtora: EROICA conteúdo Assistente de áudio: Graziele Huning Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio Institucional: Goethe Institut Porto Alegre Theatro São Pedro EROICA_música Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil Um vídeo dirigido por Caio Amon. www.eroicaconteudo.com
BACH BRASIL #10 Concerto Trio Sonatas com direção de Fernando Cordella.

BACH BRASIL #10 Concerto Trio Sonatas com direção de Fernando Cordella.

O Concerto Trio Sonatas traz um programa muito especial: transcrições para conjunto de câmara das famosas trio sonatas para órgão de Bach, preludiadas por versão instrumental do coral "Wachet Auf". O grupo formado por Lucia Carpena (flauta doce), Giovani dos Santos (violino barroco), Diego S. Biasibetti (viola da gamba) e Alexandre Ritter (violone), tem direção de Fernando Cordella (cravo) e celebra o décimo evento da série, com apoio da Biblioteca Pública Estadual do Rio Grande do Sul. Giovani dos Santos, violino barroco Lúcia Carpena, flauta doce Diego S. Biasibetti, viola da gamba Alexandre Ritter, violone Fernando Cordella, cravo e direção musical Interessado em ser um apoiador do projeto? Acesse: https://www.bachbrasil.com/apoie Assista a mais concertos da Bach Society Brasil: https://www.bachbrasil.com/videos Para ser notificado sobre os próximos concertos, inscreva-se em: https://www.bachbrasil.com/ Este é o décimo concerto da série Bach Brasil, da Bach Society Brasil. PROGRAMA JOHANN SEBASTIAN BACH (1685 – 1750) 00:00 - “Wachet auf ruft uns die Stimme” BWV 645 (dos 6 Corais para orgão) 09:16 - Trio Sonata No.1 BWV 525 - [Sem indicação de andamento] 12:06 - Adagio 20:50 - Allegro 26:03 - Trio Sonata No.5 BWV 529 26:03 - Allegro 30:48 - Largo 37:15 - Allegro MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Samuel Mac Dowell de Figueiredo - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alesandro Braga Feitosa - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Bernardo Frederes Alcalde - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Linjie Zhang - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Mauro Pontes - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo CRÉDITOS Um concerto da série Bach Brasil 2021, da Bach Society Brasil. Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Equipe de comunicação: Mariana Rosa e André Varella Equipe de vídeo: Arion Engers e Mauricio Casiraghi Produtora: EROICA conteúdo Assistente de áudio: Graziele Huning Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio Institucional: Goethe Institut Porto Alegre Biblioteca Pública do Estado do RS Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil
BACH BRASIL #9 Concerto Suíte & Partita Solo com Diego S. Biasibetti e Giovani dos Santos.

BACH BRASIL #9 Concerto Suíte & Partita Solo com Diego S. Biasibetti e Giovani dos Santos.

O Concerto Suíte & Partita Solo da série Bach Brasil traz um belíssimo programa com obras para violino e violoncelo barroco, com performances de época de Diego S. Biasibetti (violoncelo barroco) e Giovani dos Santos, (violino barroco). O concerto presta homenagem aos 150 anos da Biblioteca Pública do Estado do RS, contando com a ilustre presença do presidente da Bach Society Brasil, Gilberto Schwartsmann e comentários do cravista e diretor musical Fernando Cordella. Interessado em ser um apoiador do projeto? Acesse: https://www.bachbrasil.com/apoie Assista a mais concertos da Bach Society Brasil: https://www.bachbrasil.com/videos Para ser notificado sobre os próximos concertos, inscreva-se em: https://www.bachbrasil.com/ Este é o nono concerto da série Bach Brasil, da Bach Society Brasil. Diego S. Biasibetti, violoncelo barroco Giovani dos Santos, violino barroco Abertura: Gilberto Schwartsmann Comentários: Fernando Cordella PROGRAMA JOHANN SEBASTIAN BACH (1685 – 1750) 00:00 - Início 05:00 - Suíte para violoncelo No.1 em Sol Maior BWV 1007 05:00 - Prelude 08:40 - Allemande 14:28 - Courante 17:20 - Sarabande 20:17 - Menuet I e II 23:24 - Gigue 26:45 - Partita para violino No.3 em Mi Maior BWV 1006 26:45 - Preludio 30:54 - Loure 34:58 - Gavotte en rondeau 38:08 - Menuet I e II 42:24 - Bourrée 43:47 - Gigue DIEGO S. BIASIBETTI, violoncelo barroco Formado pela Hochschule für Künste (Escola Superior de Artes – Bremen – Alemanha) em Violoncelo Barroco com a Prof. Viola de Hoog, em Viola da Gamba com a Prof. Hille Perl e pela UFRGS em Regência Coral com o Prof. Dr. Joceley Bohrer, teve sua formação violoncelística iniciada com André Wentz em Caxias do Sul e posteriormente com Alexandre Diel. Seu apreço pela Música Antiga fez com que começasse a freqüentar diversos Masterclasses tais como Anatoli Krastev (Bulgária), Mime Yamahiro (Japão), Gaetano Nasillo (Itália), Juan Manuel Quintana (Argentina/Suíça), Sérgio Álvares (Brasil/Suíça), Philippe Pierlot (Bélgica) e Mariane Müller (França). Sua carreira na Europa é marcada como regente do Coro Da Capo na cidade de Syke, participação em grupos como Concerto Copenhagen, Die Kölner Akademie, Asfelder Vocal Ensemble, Balthasar Neumann Ensemble, Kammer Sinfonie Bremen e Bremer Barock Consort. Foi violoncelo solista nas extintas Orquestra Unisinos-Anchieta e OSUCS – Orquestra Sinfônica da UCS. Atualmente é violoncelo solista na Orquestra Sinfônica de Porto Alegre e regente do Porto Alegre Consort. GIOVANI DOS SANTOS, violino barroco Giovani dos Santos é um dos mais proeminentes violinistas da região Sul do Brasil, se destacando tanto no violino moderno quanto barroco. Atua nas principais orquestras do RS desde 2008 e atualmente integra a Sphaera Mundi Orquestra, Orquestra de Câmara da ULBRA e Orquestra de Câmara Theatro São Pedro. Como violinista barroco iniciou sua busca pela expressão artística através deste instrumento por influência de Rodrigo Calveyra em 2007. Participou de alguns festivais de música especializados em música antiga e aulas particulares, onde teve orientação de Luís Otávio Santos, Rodolfo Richter, Rebecca Huber, entre outros. Frequentemente integra e grava com grupos de música de câmara dirigidos por Fernando Cordella. MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Samuel Mac Dowell de Figueiredo - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alesandro Braga Feitosa - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Bernardo Frederes Alcalde - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Linjie Zhang - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Mauro Pontes - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo CRÉDITOS Um concerto da série Bach Brasil 2021, da Bach Society Brasil. Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Equipe de comunicação: Mariana Rosa e André Varella Equipe de vídeo: Arion Engers Produtora: EROICA conteúdo Assistente de áudio: Graziele Huning Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio Institucional: Goethe Institut Porto Alegre Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil

PIECES

Watch videos of individual pieces by Bach performed at Bach Brazil concerts and other projects by Bach Society Brazil.

Bach, Prelúdio e Fuga IX Mi maior, BWV 878 | BACH BRASIL
07:53
EROICA música

Bach, Prelúdio e Fuga IX Mi maior, BWV 878 | BACH BRASIL

Este é o primeiro de quatro programas em que o ilustre cravista Alessandro Santoro apresenta a integral do 2º volume do "Wohltemperierte Klavier", de Johann Sebastian Bach. Composto em 1742, 22 anos após o primeiro volume do "Cravo Bem Temperado", esta segunda coleção de prelúdios e fugas é um caleidoscópio ilimitado de afetos e estilos codificados em todos os 24 tons maiores e menores. O décimo nono concerto da série Bach Brasil conta com o apoio da Capela Lasalle. Alessandro Santoro, cravo Inscreva-se no nosso site para receber a programação mensal da série Bach Brasil: www.bachbrasil.com PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) O Cravo Bem Temperado – 2o Livro, 1744 - Parte I. - Prelúdio e Fuga I - Dó maior, BWV 870 - Prelúdio e Fuga VI - Ré menor, BWV 875 - Prelúdio e Fuga IX - Mi maior, BWV 878 - Prelúdio e Fuga XI - Fá maior, BWV 880 - Prelúdio e Fuga XV - Sol maior, BWV 884 - Prelúdio e Fuga XX - Lá menor, BWV 889 MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky - Sophia Magda Schilling Saraiva APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Dania Damiani Branco - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Ricardo Sondermann - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção e Engenharia de som: Fabiano Cordella Direção executiva: Fábio Ramos Direção de produção: Ilton Carangacci Assistente de áudio: Graziele Huning Direção de Fotografia: Arion Engers Equipe de vídeo: Pedro Locatelli Assistente de palco: Matheus Goelzer Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Assessoria de Imprensa: Carangacci música Produtora: EROICA conteúdo Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil Apoio: Goethe Institut Porto Alegre, Capela Lasalle e EROICA conteúdo. Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio AmonUm vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
Bach, Prelúdio e Fuga VI   Ré menor, BWV 875 | BACH BRASIL
05:19
EROICA música

Bach, Prelúdio e Fuga VI Ré menor, BWV 875 | BACH BRASIL

Este é o primeiro de quatro programas em que o ilustre cravista Alessandro Santoro apresenta a integral do 2º volume do "Wohltemperierte Klavier", de Johann Sebastian Bach. Composto em 1742, 22 anos após o primeiro volume do "Cravo Bem Temperado", esta segunda coleção de prelúdios e fugas é um caleidoscópio ilimitado de afetos e estilos codificados em todos os 24 tons maiores e menores. O décimo nono concerto da série Bach Brasil conta com o apoio da Capela Lasalle. Alessandro Santoro, cravo Inscreva-se no nosso site para receber a programação mensal da série Bach Brasil: www.bachbrasil.com PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) O Cravo Bem Temperado – 2o Livro, 1744 - Parte I. - Prelúdio e Fuga I - Dó maior, BWV 870 - Prelúdio e Fuga VI - Ré menor, BWV 875 - Prelúdio e Fuga IX - Mi maior, BWV 878 - Prelúdio e Fuga XI - Fá maior, BWV 880 - Prelúdio e Fuga XV - Sol maior, BWV 884 - Prelúdio e Fuga XX - Lá menor, BWV 889 MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky - Sophia Magda Schilling Saraiva APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Dania Damiani Branco - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Ricardo Sondermann - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção e Engenharia de som: Fabiano Cordella Direção executiva: Fábio Ramos Direção de produção: Ilton Carangacci Assistente de áudio: Graziele Huning Direção de Fotografia: Arion Engers Equipe de vídeo: Pedro Locatelli Assistente de palco: Matheus Goelzer Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Assessoria de Imprensa: Carangacci música Produtora: EROICA conteúdo Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil Apoio: Goethe Institut Porto Alegre, Capela Lasalle e EROICA conteúdo. Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio AmonUm vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
Bach, Prelúdio e Fuga XI Fá maior, BWV 880 | BACH BRASIL
07:10
EROICA música

Bach, Prelúdio e Fuga XI Fá maior, BWV 880 | BACH BRASIL

Este é o primeiro de quatro programas em que o ilustre cravista Alessandro Santoro apresenta a integral do 2º volume do "Wohltemperierte Klavier", de Johann Sebastian Bach. Composto em 1742, 22 anos após o primeiro volume do "Cravo Bem Temperado", esta segunda coleção de prelúdios e fugas é um caleidoscópio ilimitado de afetos e estilos codificados em todos os 24 tons maiores e menores. O décimo nono concerto da série Bach Brasil conta com o apoio da Capela Lasalle. Alessandro Santoro, cravo Inscreva-se no nosso site para receber a programação mensal da série Bach Brasil: www.bachbrasil.com PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) O Cravo Bem Temperado – 2o Livro, 1744 - Parte I. - Prelúdio e Fuga I - Dó maior, BWV 870 - Prelúdio e Fuga VI - Ré menor, BWV 875 - Prelúdio e Fuga IX - Mi maior, BWV 878 - Prelúdio e Fuga XI - Fá maior, BWV 880 - Prelúdio e Fuga XV - Sol maior, BWV 884 - Prelúdio e Fuga XX - Lá menor, BWV 889 MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky - Sophia Magda Schilling Saraiva APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Dania Damiani Branco - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Ricardo Sondermann - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção e Engenharia de som: Fabiano Cordella Direção executiva: Fábio Ramos Direção de produção: Ilton Carangacci Assistente de áudio: Graziele Huning Direção de Fotografia: Arion Engers Equipe de vídeo: Pedro Locatelli Assistente de palco: Matheus Goelzer Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Assessoria de Imprensa: Carangacci música Produtora: EROICA conteúdo Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil Apoio: Goethe Institut Porto Alegre, Capela Lasalle e EROICA conteúdo. Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio AmonUm vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
Bach, Prelúdio e Fuga XV Sol maior, BWV 884 | BACH BRASIL
05:09
EROICA música

Bach, Prelúdio e Fuga XV Sol maior, BWV 884 | BACH BRASIL

Este é o primeiro de quatro programas em que o ilustre cravista Alessandro Santoro apresenta a integral do 2º volume do "Wohltemperierte Klavier", de Johann Sebastian Bach. Composto em 1742, 22 anos após o primeiro volume do "Cravo Bem Temperado", esta segunda coleção de prelúdios e fugas é um caleidoscópio ilimitado de afetos e estilos codificados em todos os 24 tons maiores e menores. O décimo nono concerto da série Bach Brasil conta com o apoio da Capela Lasalle. Alessandro Santoro, cravo Inscreva-se no nosso site para receber a programação mensal da série Bach Brasil: www.bachbrasil.com PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) O Cravo Bem Temperado – 2o Livro, 1744 - Parte I. - Prelúdio e Fuga I - Dó maior, BWV 870 - Prelúdio e Fuga VI - Ré menor, BWV 875 - Prelúdio e Fuga IX - Mi maior, BWV 878 - Prelúdio e Fuga XI - Fá maior, BWV 880 - Prelúdio e Fuga XV - Sol maior, BWV 884 - Prelúdio e Fuga XX - Lá menor, BWV 889 MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky - Sophia Magda Schilling Saraiva APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Dania Damiani Branco - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Ricardo Sondermann - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção e Engenharia de som: Fabiano Cordella Direção executiva: Fábio Ramos Direção de produção: Ilton Carangacci Assistente de áudio: Graziele Huning Direção de Fotografia: Arion Engers Equipe de vídeo: Pedro Locatelli Assistente de palco: Matheus Goelzer Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Assessoria de Imprensa: Carangacci música Produtora: EROICA conteúdo Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil Apoio: Goethe Institut Porto Alegre, Capela Lasalle e EROICA conteúdo. Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
Bach, Prelúdio e Fuga I em Dó maior, BWV 870 - Cravo Bem Temperado 2º Livro - Alessandro Santoro
06:26
EROICA música

Bach, Prelúdio e Fuga I em Dó maior, BWV 870 - Cravo Bem Temperado 2º Livro - Alessandro Santoro

Este é o primeiro de quatro programas em que o ilustre cravista Alessandro Santoro apresenta a integral do 2º volume do "Wohltemperierte Klavier", de Johann Sebastian Bach. Composto em 1742, 22 anos após o primeiro volume do "Cravo Bem Temperado", esta segunda coleção de prelúdios e fugas é um caleidoscópio ilimitado de afetos e estilos codificados em todos os 24 tons maiores e menores. O décimo nono concerto da série Bach Brasil conta com o apoio da Capela Lasalle. Alessandro Santoro, cravo Inscreva-se no nosso site para receber a programação mensal da série Bach Brasil: www.bachbrasil.com PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) O Cravo Bem Temperado – 2o Livro, 1744 - Parte I. - Prelúdio e Fuga I - Dó maior, BWV 870 - Prelúdio e Fuga VI - Ré menor, BWV 875 - Prelúdio e Fuga IX - Mi maior, BWV 878 - Prelúdio e Fuga XI - Fá maior, BWV 880 - Prelúdio e Fuga XV - Sol maior, BWV 884 - Prelúdio e Fuga XX - Lá menor, BWV 889 MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky - Sophia Magda Schilling Saraiva APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Dania Damiani Branco - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Ricardo Sondermann - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção e Engenharia de som: Fabiano Cordella Direção executiva: Fábio Ramos Direção de produção: Ilton Carangacci Assistente de áudio: Graziele Huning Direção de Fotografia: Arion Engers Equipe de vídeo: Pedro Locatelli Assistente de palco: Matheus Goelzer Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Assessoria de Imprensa: Carangacci música Produtora: EROICA conteúdo Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil Apoio: Goethe Institut Porto Alegre, Capela Lasalle e EROICA conteúdo. Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon Dirigido por Caio Amon
Bach, Gigue da Suite No 5 em Dó menor BWV 1011 - com Diego Biasibetti | BACH BRASIL
03:35
EROICA música

Bach, Gigue da Suite No 5 em Dó menor BWV 1011 - com Diego Biasibetti | BACH BRASIL

BACH SOCIETY BRASIL Fernando Cordella, diretor artístico Diego Biasibetti, violoncelo barroco O terceiro concerto da nossa série sobre os instrumentos de Bach aborda a história do violoncelo. O violoncelista Diego Biasibetti conversa com Fernando Cordella sobre a evolução do instrumento, ilustrando com três movimentos da Suíte No. 5 as diferenças entre o violoncelo barroco, o moderno e a viola da gamba. O décimo oitavo concerto da Bach Brasil conta com o apoio da Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul. PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) - Preludio da Suite No.5 em Dó menor BWV 1011 - Sarabande da Suite No.5 em Dó menor BWV 1011 (Viola da Gamba) - Gigue da Suite No.5 em Dó menor BWV 1011 DIEGO BIASIBETTI, é formado pela Hochschule für Künste (Escola Superior de Artes, Bremen – Alemanha) em Violoncelo Barroco com a profª Viola de Hoog e em Viola da Gamba com a Profª Hille Perl. Graduado em Regência Coral pela UFRGS com o Prof. Dr. Joceley Bohrer, teve sua formação violoncelística iniciada com André Wentz em Caxias do Sul e posteriormente com Alexandre Diel. Em março de 2009, apresentou-se com a viola da gamba e com o violone na ópera La Didone de Cavalli no Goetherplatz (Bremen/Alemanha), e em janeiro de 2010, sob a direção musical de Christoph Molds, tocou violone na óperaL’Incoronazione di Poppea de Monteverdi no Theater an der Wien (Viena/Áustria). Participou em 2011 com a orquestra alemã Die Kölner Akademie na turnê pela América do Sul, sob direção de Michael Alexander Willens, e em 2019 em Köln, Alemanha. Foi ainda solista com a Orquestra Unisinos-Anchieta, Orquestra Sinfônica da UCS e a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre. Na regência atua desde 2010 como regente assistente do Mto. Manfredo Schmiedt no Coro Sinfônico da OSPA na OSUCS (Orquestra Sinfônica da UCS) com a qual tem dirigido diversos concertos da série Quinta Sinfônica. Foi regente do projeto Ópera na UFRGS tendo dirigido as óperas Dido e Enéias de Purcell, L’Orfeo de Monteverdi, A Bela e Fiel Ariadne de Conradi e a montagem cênico-musical Missa do Orfanato de Mozart. Foi também regente convidado pela Camerata Antiqua de Curitiba em 2018 e 2019. Nos anos de 2008 e 2009 atuou como professor de violoncelo e regente da Orquestra Jovem da Kreismusikschule em Diepholz – Alemanha. Lecionou violoncelo no I, II e III Festival Internacional SESC de Música de Pelotas, violoncelo barroco e viola da gamba no IV Encontro Internacional de Performance Histórica do Conservatório de Tatuí, viola da gamba no 42º CIVEBRA, violoncelo no 23º Encontro de Violoncelos de Porto Alegre bem como violoncelo barroco e viola da gamba no I Festival de Música Barroca de Vitória. CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Equipe de vídeo: Arion Engers, Pedro Locatelli Produtora: EROICA conteúdo Assistente de áudio: Graziele Huning Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio Institucional: Goethe Institut Porto Alegre e Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky - Sophia Magda Schilling Saraiva APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Dania Damiani Branco - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Ricardo Sondermann - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
Bach, Sarabande da Suite No 5 em Dó menor BWV 1011 - com Diego Biasibetti | BACH BRASIL
04:14
EROICA música

Bach, Sarabande da Suite No 5 em Dó menor BWV 1011 - com Diego Biasibetti | BACH BRASIL

BACH SOCIETY BRASIL Fernando Cordella, diretor artístico Diego Biasibetti, violoncelo barroco O terceiro concerto da nossa série sobre os instrumentos de Bach aborda a história do violoncelo. O violoncelista Diego Biasibetti conversa com Fernando Cordella sobre a evolução do instrumento, ilustrando com três movimentos da Suíte No. 5 as diferenças entre o violoncelo barroco, o moderno e a viola da gamba. O décimo oitavo concerto da Bach Brasil conta com o apoio da Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul. PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) - Preludio da Suite No.5 em Dó menor BWV 1011 - Sarabande da Suite No.5 em Dó menor BWV 1011 (Viola da Gamba) - Gigue da Suite No.5 em Dó menor BWV 1011 DIEGO BIASIBETTI, é formado pela Hochschule für Künste (Escola Superior de Artes, Bremen – Alemanha) em Violoncelo Barroco com a profª Viola de Hoog e em Viola da Gamba com a Profª Hille Perl. Graduado em Regência Coral pela UFRGS com o Prof. Dr. Joceley Bohrer, teve sua formação violoncelística iniciada com André Wentz em Caxias do Sul e posteriormente com Alexandre Diel. Em março de 2009, apresentou-se com a viola da gamba e com o violone na ópera La Didone de Cavalli no Goetherplatz (Bremen/Alemanha), e em janeiro de 2010, sob a direção musical de Christoph Molds, tocou violone na óperaL’Incoronazione di Poppea de Monteverdi no Theater an der Wien (Viena/Áustria). Participou em 2011 com a orquestra alemã Die Kölner Akademie na turnê pela América do Sul, sob direção de Michael Alexander Willens, e em 2019 em Köln, Alemanha. Foi ainda solista com a Orquestra Unisinos-Anchieta, Orquestra Sinfônica da UCS e a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre. Na regência atua desde 2010 como regente assistente do Mto. Manfredo Schmiedt no Coro Sinfônico da OSPA na OSUCS (Orquestra Sinfônica da UCS) com a qual tem dirigido diversos concertos da série Quinta Sinfônica. Foi regente do projeto Ópera na UFRGS tendo dirigido as óperas Dido e Enéias de Purcell, L’Orfeo de Monteverdi, A Bela e Fiel Ariadne de Conradi e a montagem cênico-musical Missa do Orfanato de Mozart. Foi também regente convidado pela Camerata Antiqua de Curitiba em 2018 e 2019. Nos anos de 2008 e 2009 atuou como professor de violoncelo e regente da Orquestra Jovem da Kreismusikschule em Diepholz – Alemanha. Lecionou violoncelo no I, II e III Festival Internacional SESC de Música de Pelotas, violoncelo barroco e viola da gamba no IV Encontro Internacional de Performance Histórica do Conservatório de Tatuí, viola da gamba no 42º CIVEBRA, violoncelo no 23º Encontro de Violoncelos de Porto Alegre bem como violoncelo barroco e viola da gamba no I Festival de Música Barroca de Vitória. CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Equipe de vídeo: Arion Engers, Pedro Locatelli Produtora: EROICA conteúdo Assistente de áudio: Graziele Huning Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio Institucional: Goethe Institut Porto Alegre e Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky - Sophia Magda Schilling Saraiva APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Dania Damiani Branco - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Ricardo Sondermann - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
Bach, Preludio da Suite No 5 em Dó menor BWV 1011 - com Diego Biasibetti | BACH BRASIL
07:32
EROICA música

Bach, Preludio da Suite No 5 em Dó menor BWV 1011 - com Diego Biasibetti | BACH BRASIL

BACH SOCIETY BRASIL Fernando Cordella, diretor artístico Diego Biasibetti, violoncelo barroco O terceiro concerto da nossa série sobre os instrumentos de Bach aborda a história do violoncelo. O violoncelista Diego Biasibetti conversa com Fernando Cordella sobre a evolução do instrumento, ilustrando com três movimentos da Suíte No. 5 as diferenças entre o violoncelo barroco, o moderno e a viola da gamba. O décimo oitavo concerto da Bach Brasil conta com o apoio da Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul. PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) - Preludio da Suite No.5 em Dó menor BWV 1011 - Sarabande da Suite No.5 em Dó menor BWV 1011 (Viola da Gamba) - Gigue da Suite No.5 em Dó menor BWV 1011 DIEGO BIASIBETTI, é formado pela Hochschule für Künste (Escola Superior de Artes, Bremen – Alemanha) em Violoncelo Barroco com a profª Viola de Hoog e em Viola da Gamba com a Profª Hille Perl. Graduado em Regência Coral pela UFRGS com o Prof. Dr. Joceley Bohrer, teve sua formação violoncelística iniciada com André Wentz em Caxias do Sul e posteriormente com Alexandre Diel. Em março de 2009, apresentou-se com a viola da gamba e com o violone na ópera La Didone de Cavalli no Goetherplatz (Bremen/Alemanha), e em janeiro de 2010, sob a direção musical de Christoph Molds, tocou violone na óperaL’Incoronazione di Poppea de Monteverdi no Theater an der Wien (Viena/Áustria). Participou em 2011 com a orquestra alemã Die Kölner Akademie na turnê pela América do Sul, sob direção de Michael Alexander Willens, e em 2019 em Köln, Alemanha. Foi ainda solista com a Orquestra Unisinos-Anchieta, Orquestra Sinfônica da UCS e a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre. Na regência atua desde 2010 como regente assistente do Mto. Manfredo Schmiedt no Coro Sinfônico da OSPA na OSUCS (Orquestra Sinfônica da UCS) com a qual tem dirigido diversos concertos da série Quinta Sinfônica. Foi regente do projeto Ópera na UFRGS tendo dirigido as óperas Dido e Enéias de Purcell, L’Orfeo de Monteverdi, A Bela e Fiel Ariadne de Conradi e a montagem cênico-musical Missa do Orfanato de Mozart. Foi também regente convidado pela Camerata Antiqua de Curitiba em 2018 e 2019. Nos anos de 2008 e 2009 atuou como professor de violoncelo e regente da Orquestra Jovem da Kreismusikschule em Diepholz – Alemanha. Lecionou violoncelo no I, II e III Festival Internacional SESC de Música de Pelotas, violoncelo barroco e viola da gamba no IV Encontro Internacional de Performance Histórica do Conservatório de Tatuí, viola da gamba no 42º CIVEBRA, violoncelo no 23º Encontro de Violoncelos de Porto Alegre bem como violoncelo barroco e viola da gamba no I Festival de Música Barroca de Vitória. CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Equipe de vídeo: Arion Engers, Pedro Locatelli Produtora: EROICA conteúdo Assistente de áudio: Graziele Huning Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio Institucional: Goethe Institut Porto Alegre e Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky - Sophia Magda Schilling Saraiva APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Dania Damiani Branco - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Ricardo Sondermann - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
Bach, Largo da Sonata para Violino No 3 BWV 1005​ - Marcio Ceconello | BACH BRASIL
02:49
EROICA música

Bach, Largo da Sonata para Violino No 3 BWV 1005​ - Marcio Ceconello | BACH BRASIL

INSTRUMENTOS DE BACH: o Violino BACH SOCIETY BRASIL Fernando Cordella, diretor artístico Márcio Ceconello, violino barroco Iniciamos o ano de 2022 com um novo concerto didático explorando a história do violino. Em conversa com Fernando Cordella, o violinista Márcio Ceconello mostra as diferenças entre o violino moderno e barroco, contando como ele chegou na Europa e se popularizou. Três importantes movimentos de música solo para violino complementam o programa. O décimo sétimo concerto da Bach Brasil conta com o apoio da Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul. PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) - Largo da Sonata No.3 BWV 1005​ MARCIO CECONELLO, é mestre em Performance Musical pela UFMG e bacharel pela UFRGS, aperfeiçoou-se em Viena com Peter Schuhmayer e nos EUA, na Universidade do Tennessee-Knoxville, sob orientação de Matus Zelmanovich. Frequentou também diversas marsterclasses com renomados professores como Viktor Danchenko, Chaim Taub e Ole Böhn. Participou de diversas turnês pelas Américas, Europa e Ásia com orquestras internacionais como a Junge Osterreichische Philharmonie, Youth Orchestra of the Americas e Jeunesses Musicales World Orchestra, sob a regência de maestros como Roberto Paternostro, Alexander Vedernikov e Yakov Kreizberg entre outros. Mantém intensa atividade como camerista e professor de violino, tendo sido membro do Quarteto de cordas Porto Alegre. Em 2011 atuou como professor do curso de extensão da UFMG. Ao violino barroco tem atuado como solista e camerista em diversos projetos, incluindo a série Bach-Brasil. Integrou o naipe de violinos de diversas orquestras como a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, e da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, e como spalla da Orquestra Sinfonietta Belo Horizonte, grupos com os quais também atuou como solista. Atualmente, é diretor artístico da Sphaera Mundi Orquestra, em Porto Alegre /RS. CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Equipe de vídeo: Arion Engers, Pedro Locatelli Produtora: EROICA conteúdo Assistente de áudio: Graziele Huning Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio Institucional: Goethe Institut Porto Alegre e Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Ricardo Sondermann - Sergio Lewkowicz - Sophia Magda Schilling Saraiva - Terezinha Licks - Valeska Fasolo Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
Bach, Giga da Partita para Violino No 2 BWV 1004​ - Marcio Ceconello | BACH BRASIL
03:05
EROICA música

Bach, Giga da Partita para Violino No 2 BWV 1004​ - Marcio Ceconello | BACH BRASIL

INSTRUMENTOS DE BACH: o Violino BACH SOCIETY BRASIL Fernando Cordella, diretor artístico Márcio Ceconello, violino barroco Iniciamos o ano de 2022 com um novo concerto didático explorando a história do violino. Em conversa com Fernando Cordella, o violinista Márcio Ceconello mostra as diferenças entre o violino moderno e barroco, contando como ele chegou na Europa e se popularizou. Três importantes movimentos de música solo para violino complementam o programa. O décimo sétimo concerto da Bach Brasil conta com o apoio da Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul. PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) - Allemande da Partita No.2 BWV 1004​​ - Largo da Sonata No.3 BWV 1005​ - Giga da Partita No.2 BWV 1004​ MARCIO CECONELLO, é mestre em Performance Musical pela UFMG e bacharel pela UFRGS, aperfeiçoou-se em Viena com Peter Schuhmayer e nos EUA, na Universidade do Tennessee-Knoxville, sob orientação de Matus Zelmanovich. Frequentou também diversas marsterclasses com renomados professores como Viktor Danchenko, Chaim Taub e Ole Böhn. Participou de diversas turnês pelas Américas, Europa e Ásia com orquestras internacionais como a Junge Osterreichische Philharmonie, Youth Orchestra of the Americas e Jeunesses Musicales World Orchestra, sob a regência de maestros como Roberto Paternostro, Alexander Vedernikov e Yakov Kreizberg entre outros. Mantém intensa atividade como camerista e professor de violino, tendo sido membro do Quarteto de cordas Porto Alegre. Em 2011 atuou como professor do curso de extensão da UFMG. Ao violino barroco tem atuado como solista e camerista em diversos projetos, incluindo a série Bach-Brasil. Integrou o naipe de violinos de diversas orquestras como a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, e da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, e como spalla da Orquestra Sinfonietta Belo Horizonte, grupos com os quais também atuou como solista. Atualmente, é diretor artístico da Sphaera Mundi Orquestra, em Porto Alegre /RS. CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Equipe de vídeo: Arion Engers, Pedro Locatelli Produtora: EROICA conteúdo Assistente de áudio: Graziele Huning Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio Institucional: Goethe Institut Porto Alegre e Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Ricardo Sondermann - Sergio Lewkowicz - Sophia Magda Schilling Saraiva - Terezinha Licks - Valeska Fasolo Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
Bach, Allemande da Partita para Violino No 2 BWV 1004​​ - Marcio Ceconello | BACH BRASIL
03:37
EROICA música

Bach, Allemande da Partita para Violino No 2 BWV 1004​​ - Marcio Ceconello | BACH BRASIL

INSTRUMENTOS DE BACH: o Violino BACH SOCIETY BRASIL Fernando Cordella, diretor artístico Márcio Ceconello, violino barroco Iniciamos o ano de 2022 com um novo concerto didático explorando a história do violino. Em conversa com Fernando Cordella, o violinista Márcio Ceconello mostra as diferenças entre o violino moderno e barroco, contando como ele chegou na Europa e se popularizou. Três importantes movimentos de música solo para violino complementam o programa. O décimo sétimo concerto da Bach Brasil conta com o apoio da Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul. Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) - Allemande da Partita No.2 BWV 1004​​ MARCIO CECONELLO, é mestre em Performance Musical pela UFMG e bacharel pela UFRGS, aperfeiçoou-se em Viena com Peter Schuhmayer e nos EUA, na Universidade do Tennessee-Knoxville, sob orientação de Matus Zelmanovich. Frequentou também diversas marsterclasses com renomados professores como Viktor Danchenko, Chaim Taub e Ole Böhn. Participou de diversas turnês pelas Américas, Europa e Ásia com orquestras internacionais como a Junge Osterreichische Philharmonie, Youth Orchestra of the Americas e Jeunesses Musicales World Orchestra, sob a regência de maestros como Roberto Paternostro, Alexander Vedernikov e Yakov Kreizberg entre outros. Mantém intensa atividade como camerista e professor de violino, tendo sido membro do Quarteto de cordas Porto Alegre. Em 2011 atuou como professor do curso de extensão da UFMG. Ao violino barroco tem atuado como solista e camerista em diversos projetos, incluindo a série Bach-Brasil. Integrou o naipe de violinos de diversas orquestras como a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, e da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, e como spalla da Orquestra Sinfonietta Belo Horizonte, grupos com os quais também atuou como solista. Atualmente, é diretor artístico da Sphaera Mundi Orquestra, em Porto Alegre /RS. CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção de produção: Ilton Carangacci Direção executiva: Fábio Ramos Engenharia de som: Fabiano Cordella Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Equipe de vídeo: Arion Engers, Pedro Locatelli Produtora: EROICA conteúdo Assistente de áudio: Graziele Huning Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Apoio Institucional: Goethe Institut Porto Alegre e Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Ricardo Sondermann - Sergio Lewkowicz - Sophia Magda Schilling Saraiva - Terezinha Licks - Valeska Fasolo Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon
Bach, Aria: Öffne dich, mein ganzes Herze - com Luis Otávio Santos | BACH BRASIL
05:37
EROICA música

Bach, Aria: Öffne dich, mein ganzes Herze - com Luis Otávio Santos | BACH BRASIL

BACH SOCIETY BRASIL e PUCRS Fernando Cordella, diretor artístico Nosso último concerto do ano traz três cantatas relacionadas ao Natal compostas por Bach e seu contemporâneo Dietrich Buxtehude. O ensemble de 12 músicos tocando instrumentos de época conta com a participação de solistas de São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul, sob direção musical de Luis Otávio Santos, também solista ao violino barroco. Este concerto faz parte da Série Bach Brasil, da Bach Society Brasil, e conta com o apoio do Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Luis Otávio Santos, direção musical e violino barroco Marilia Vargas, soprano Daniele Oliveira, contralto Jabez Lima, tenor Mauro Pontes, baixo Marcio Cecconello, violino barroco Giovani dos Santos, violino barroco Leonardo Bock, viola barroca Carlos Sell, viola barroca Diego Biasibetti, violoncelo barroco e viola da gamba Alexandre Ritter, violone Fernando Cordella, orgão e direção artística PROGRAMA Johann Sebastian Bach (1685 – 1750) - Aria: Öffne dich, mein ganzes Herze Inscreva-se no nosso site para receber a programação mensal da série Bach Brasil: www.bachbrasil.com CRÉDITOS Direção artística: Fernando Cordella Direção audiovisual e de comunicação: Caio Amon Direção e Engenharia de som: Fabiano Cordella Direção executiva: Fábio Ramos Direção de produção: Ilton Carangacci Assistente de áudio: Graziele Huning Direção de Fotografia: Arion Engers Equipe de vídeo: Pedro Locatelli, Maurício Casiraghi, Elizabeth Thiel, Murilo Bittencourt Assistente de palco: Matheus Goelzer Equipe de comunicação: Mariana Rosa e Darlan Scheid Assessoria de Imprensa: Carangacci música Produtora: EROICA conteúdo Presidente da Bach Society Brasil: Gilberto Schwartsmann Financiamento: Mecenas e apoiadores da Bach Society Brasil Apoio: PUCRS, Goethe Institut Porto Alegre e EROICA música. MECENAS - Arthur Hertz - Fabiano Saraiva - Fábio Ramos - Fernando de Abreu e Silva - Gilberto Schwartsmann - Nelson S. Dvoskin - Sonia Pacheco Sirotsky APOIADORES - Alcino Alcantara Filho - Alessandro Braga Feitosa - Alexandre Alcantara - Alexandre Ritter - Alexandre Schmidt Nanni - Annibal Carneiro - Beatriz Tavares Franciosi - Bernardo Frederes Alcalde - Betina Goldani - Camilla e Silvio de Paula - Clarisse Schneider - Debora Gomes - Denise Roos - Erica Schultz - Fernanda Chiarello Stedile - Flávio Shansis - João Paulo Bittencourt Cardozo - Jonas Badermann de Lemos - Katia Mônaco - Lenita Wannmacher - Linjie Zhang - Luciana Karine de Souza - Marcello André Barcinski - Marcelo Goldani - Marcelo Gus - Marcia Ferreira - Marcia Santana Fernandes - Maria Alice Buchele Bechtel - Maria Luiza Cestari - Maria Teresa de Mello Xavier - Marino Bianchin - Mauro Pontes - Patrícia Rondini - Raul Hartke - Regina Orgler Sordi - Ricardo Arnt - Ricardo Barberena - Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa - Sergio Lewkowicz - Terezinha Licks - Valeska Fasolo Um vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio AmonUm vídeo da EROICA conteúdo - www.eroicaconteudo.com Dirigido por Caio Amon